Pen Spinning

Pen Spinning é a arte de manipular canetas, também conhecido como “rodar canetas”, é uma forma de manipulação de objetos para escrita; na qual manipulamos usando as mãos e outras partes do corpo. Sua habilidade está centralizada na destreza da coordenação motora fina e geralmente considerado como auto-entretenimento para distração na escola ou trabalho. Mas é declarado como esporte e ocorre vários campeonatos onde pen spinners ao redor do mundo se juntam para exibir sua paixão pela arte do Pen Spinning.

Para os Extremers (admiradores do movimento e da manipulação): Pen Spinning é indispensável; existem milhares de técnicas e combos para diferenciar a dedicação pela arte, além de chamar a atenção de qualquer pessoa. Os movimentos possuem sua própria classificação de dificuldade, nome e sistema de notações que vale a pena estudar para saber qual movimento aprender e poder comunicar com outros spinners sobre a técnica ou sequência de combos.

Fundamentos do Pen Spinning

Posição dos dedos – Notação – Truques – Breakdown

Pen Spinners usam termos e abreviações para expressar como a caneta gira: posição dos dedos, nome da técnica, notação e percurso. Embora essas regras ainda não são oficiais; são muito úteis para referência de movimentos.

Posição dos dedos

Por conveniência foi adotado um sistema de numeração dos dedos e os espaços entre eles. Os dedos são numerados em sequência de 1 a 4, do indicador até o dedo minimo; ou seja:

  • Dedo indicador como [1]
  • Médio como [2]
  • Anular como [3]
  • e dedo mínimo como [4]

O dedo polegar chamamos de [T] (Thumb em inglês), quanto o espaço entre os dedos, combinamos as definições anteriores([1], [2], [3], [4] e [T]); por exemplo: o espaço entre os dedos médio e anular é [23], entre anular e mínimo é [34], se segurar entre polegar e dedo mínimo é [T4]. Temos também a palma que é representada como [P].

Notação

Sistema para descrever sentido, posição dos dedos, rotações e nome da técnica.

O sistema de notação não é oficial e ainda possui muitas limitações. Atualmente usamos para anotar técnicas e combos de forma simplificada e limitada a (1x) mão e (1x) pessoa.

Notação de uma técnica

A notação de apenas uma técnica tem a seguinte estrutura:

Modificador Nome Direção nº de giros [Posição Inicial - Posição Final]

Modificador

Quando modifica ou adiciona um novo aspecto para o truque base. Geralmente não mencionado, depende da técnica e pode ser abreviado. Exemplo: “Inverse” como “Inv.”.

Nome do Truque

Nome da técnica, pode ser abreviado mas nunca omitido. A técnica mais famosa: ThumbAround é abreviado como TA.

Direção

Direção do giro da caneta durante o movimento, se omitido indica que está girando no sentido natural da técnica, chamamos de “Normal”. Quando gira no sentido oposto de “Reverse” ou “Rev.”.

Número de Giros

Quantidade de rotações que a caneta faz durante toda a técnica. Se omitida, conclui que fez a quantidade padrão do truque.

Posição Inicial

Posição que a caneta começa no truque; se omitida conclui que é na posição padrão do movimento.

Posição Final

Posição que a caneta termina no truque; se omitida conclui que é na posição padrão do movimento. Quando estiver anotando o truque, é colocado “-” entre a posição início e final.

Exemplos

Sonic reverso, começou na posição [12] e terminou entre o dedo médio e anular.

Sonic Reverse [12 - 23]

Charge reverso, começou na posição [12] e fez 6 giros .

Charge Reverse (x6) [12]

Double Charge, começou na posição [34] e fez 4 vezes.

Double Charge Normal (4x) [34]

Truques Básicos

Técnicas basicas de Pen Spinning que podem ser executadas em diversas posições

Truques fundamentais

Existem 4 truques básicos e fundamentais no Pen Spinning:

  1. ThumbAround
  2. Sonic
  3. Pass/Fingerpass
  4. Charge

Estes truques não dependem de canetas especiais (MODS) para fazer. Geralmente é recomendado aprendê-los no início, mas não significa que eles são os mais fáceis, na minha opinião o Fingerpass é mais difícil que Infinity, que é considerado um truque avançado. Eles são considerados “fundamentais” por servirem de base para aprender outras técnicas.

Pen Spinning Girl by memmo

thumbaround 200x

ThumbAround

ThumbAround Normal; movimento onde a caneta gira 360° em torno do polegar, o impulso pode vir de qualquer um dos outros dedos (geralmente do médio) e depois de completar o giro, prende a caneta entre o indicador e polegar.

fingerpass 200x

Fingerpass

Pass Normal (Passe) é o movimento mais simples de entender, o movimento consiste em dar apenas meio giro de caneta entre as aberturas dos dedos ([12], [23] e [34]). O sentido que a caneta percorre é no lado da palma e para baixo, depois passa a subir no outro lado da mão.

Fingerpass Normal  é a combinação vários Pass Normals, o movimento consiste em dar uma volta completa de Passes; Pass [12 – 23], [23 – 34], [34 – 23] e [23 – 12]. Fácil de entender porém para fazê-lo girar constantemente pode ser desafiante, um ótimo aquecimento e treino para os dedos.

sonic normal 200x

Sonic

Sonic é conhecido como a técnica que muda rapidamente a caneta de uma posição de dedo para outra. No Sonic Normal, a caneta roda, sem o envolvimento com o polegar, de forma cônica por trás do dedo/dedos para posição acima.

charge 200x

Charge

Charge Normal é a técnica que precisa apenas de 2 dedos para fazer e não possui nenhuma troca de dedo. A caneta gira conicamente em uma posição e no sentido horário na palma direita ou anti-horário na mão esquerda. Bateristas adoram esse movimento!

Lista de Truques

Pass

Passes são movimentos que “passam” a caneta de uma posição para outra dando apenas meio giro. São bem simples porém essenciais no pen spinning.

Sonic

A família de Sonics são técnicas que transferimos a caneta de uma posição para outra dando um ou mais giros.

Around

Arounds são truques que dão 1x giro completo em torno de cada dedo, sentido horário na mão direita e anti-horário na esquerda. ThumbAround é o around mais famoso e fácil.

Charge

Geralmente giramos e balançamos as canetas pelo centro delas em giros cônicos entre dois ou mais dedos.

Hybrid

Técnicas híbridas surgiram com a junção de uma ou mais técnicas interrompidas.

Wiper

Movimento que seguramos pela ponta da caneta e balançamos entre dois dedos sem trocar de posição.

Korean Backaround

Movimento reverso dos Arounds porém com uma inclinação em relação a palma e não pegam impulso através de outros dedos (são Fingerless).

Shadow

Giramos as canetas com a palma apontada para baixo em cima dos dedos. A técnica pega impulso com os dedos e sai momentaneamente do lugar, podendo ou não ser transferida de posição.

Infinity

Combo com conjunto de Wipers e Passes.

Spin

Quando a caneta da muitos giros em cima de um único ponto. Geralmente em cima do polegar e da palma.

Aerial

Movimentos que a caneta temporariamente fica no ar, sem encostar na mão ou alguma parte do corpo.

Power

Movimentos contínuos e rápidos que pegam impulso com batidas ou pequenos contatos com a mão ou outra parte do corpo.

Breakdown

Sistema de notação para “quebrar” um movimento Híbrido (mistura de técnicas “interrompidas”) ou linkages (mistura de híbridos e/ou técnicas) em partes e identificar todos os movimentos usados.

Breakdown de Hybrid

Técnicas híbridas surgiram com a junção de uma ou mais técnicas interrompidas. Normalmente colocamos “>” entre as técnicas para anotar os truques que compõe o Hybrid.

Vamos pegar o Twisted Sonic como exemplo:

Twisted Sonic = Charge 0.5 > Pass Reverse

Perceba que quando fazemos Charge que é o primeiro giro do Twisted Sonic, a caneta não completa um giro completo, quando executa aproximadamente 180º de giro, ela é interrompida por um Pass Reverse. Por isso que colocamos o “0.5” para indicar que a caneta deu apenas meio giro e que o truque foi interrompido.

Uma outra forma de Breakdown do mesmo movimento:

Twisted Sonic = Charge ~> Pass Reverse

Está segunda forma mostra que a primeira técnica, ou seja charge foi interrompida pela direção do símbolo “~” em relação ao “>”. Quando a técnica anterior é interrompida colocamos: “~>” entre as técnicas. Quando é a segunda: “>~” e quando são as duas colocamos apenas “~” entre elas.

Breakdown de Linkages

Linkages são “ligações” que compõe no mínimo duas técnicas podendo ser ou não híbridas. Ela serve para unir os truques individuais para criar estilos de manuseio e aumentar drasticamente o repertório de combinações.

Exemplo de linkage:

Sonic Normal [34-23] > Twisted Sonic [23-12] > Pass [12-23] > Charge [23] > Inverse Sonic [23-12]

Perceba que é uma combinação de nomes que não possuí nomenclatura que identifique todos eles como se fosse uma técnica; ela pode ser facilmente quebrada, modificada e incorporada no seu estilo.